Cadernos Cajuína http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista <p><strong>Cadernos Cajuína</strong> (ISSN 2448-0916) trata-se de um periódico bimestral criado a partir do desejo de alguns docentes da educação básica e superior de levarem a pesquisa até aqueles que encontram-se no início de sua jornada formativa.</p> <p>Fomentar a pesquisa científica e a produção literária desde a educação básica até o ensino superior: é este nosso maior objetivo. Promovendo, sempre que possível, o diálogo entre as mais diversas áreas do saber, já que defendemos o ideal de uma formação intelectual viva e integral.</p> <p>A referência à cajuína, bebida típica do nordeste feita a partir do caju, dá-se como forma de imprimir uma identidade regional à revista. Trata-se de resguardar o que nos pertence como parte de nossa identidade, além de deixar claro de que nosso trabalho abraça a divulgação não só científica, como também aquela de caráter cultural.</p> <p>A Cadernos Cajuína não possui um vínculo institucional específico. A maioria dos responsáveis pela revista são docentes de algum Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, os IFs. Havendo também pesquisadores de outras instituições públicas e privadas. Trabalhamos com a ideia de levar adiante uma revista acadêmica independente, promotora e divulgadora de saberes múltiplos, sem preconceito ideológico, político, cultural, racial ou de outra natureza, comprometida com o diálogo entre variadas disciplinas e diferentes debates.</p> <p>Obs1: O sistema da revista atualmente não roda bem com o <strong>Chrome</strong> recomendamos utilizar o <strong>Safari ou Brave</strong> para realizar as <strong>submissões caso ainda assim tenha dificuldades, submeta diretamente para o e-mail <a href="mailto:[email protected]">[email protected]</a></strong></p> <p>Obs2: A Cadernos Cajuína adotou as novas normas de citação da ABNT NBR 10520 / 2023 a partir de Março/2024, ou seja, as citações agora não tem mais as referências em caixa alta, p/ ex, ao invés de (SOBRENOME, p. XY), agora os autores devem referenciar (Sobrenome, p. XY)</p> Entre Trópicos pt-BR Cadernos Cajuína 2448-0916 <p>Informações:</p> <ol> <ol> <li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/">Creative Commons Attribution License</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.</li> <li>Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</li> <li>Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.</li> <li>Nenhuma taxa ou contribuição será solicitada aos autores. A revista não cobra nenhum tipo de valor nem a seus autores, nem a seus leitores. Nossa política é de incentivo ao compartilhamento público e livre do conhecimento.</li> </ol> </ol> HAN, Byung-Chul. "O coração de Heidegger: sobre o conceito de tonalidade afetiva em Martin Heidegger" http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/328 <p>No livro “O coração de Heidegger: sobre o conceito de tonalidade afetiva em Martin Heidegger” o filósofo sul coreano Byung-Chul Han procura resgatar aspectos importantes da filosofia existencialista de Martin Heidegger a partir do conceito de tonalidade afetiva. Em diálogo com pensadores como Immanuel Kant, George Wilhelm Hegel, Friedrich Nietzsche e Michel Foucault o Byung-Chul Han propõe um resgate do conceito de tonalidade afetiva nos primeiros escritos e escritos tardios de Heidegger. A motivação da obra do filósofo sul-coreano se dá devido a busca de uma compreensão epistemológica de Heidegger quase 3 décadas após a sua tese de doutoramento para sobre categorias fundamentais da filosofia existencialista e fenomenológica heideggeriana. Com isso, esta resenha pretende discorrer sobre aspectos centrais da obra e elucidar a importância da busca pelo estado de ânimo que vai ao reencontro entre o individuo e suas ações a partir da leitura proposta por Han dentro da arquitetura intelectual heideggeriana.</p> Agenor Florencio Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-10 2024-06-10 9 3 e249325 e249325 10.52641/cadcajv9i3.328 Um Debate sobre Corpos Infantis Negros e Escola http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/296 <p style="font-weight: 400;">Esse artigo desdobra o debate pautado na relevância de entender a educação proposta por Paulo Freire, tendo como partida o documentário <em>“Menino 23 Infâncias perdidas no Brasil”</em>, fundamentando como o corpo infantil negro (preto e pardo) cresce condenado a exploração e invisibilidade. É uma pesquisa qualitativa, de cunho documental, que parte da análise do documentário relacionando de modo crítico com a necropolítica dos corpos infantis negros (pretos e pardos). Descortinando e denunciando as negligências perante a sociedade, inclusive no espaço escolar. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo sulear as infâncias negras (pretas e pardas), além de discutir o racismo e a necessidade latente de práticas pedagógicas antirracistas que promovam representatividade no cotidiano escolar. Articulando e reforçando necessidade de romper com o biopoder e a necropolítica e visibilizar no espaço escolar, a história e cultura das infâncias negras (preta e parda), retirando os discursos de ódio e condenação historicamente aplicados e ressaltando a necessidade de perceber a importância que carrega a representatividade no período escolar, momento importante na constituição da identidade dos estudantes, enfatizando a proposta de articular o documentário aos dias atuais, os resultados descrevem que para reverter ou minimizar o racismo nos corpos infantis negros (pretos e pardos) é primordial a implementação/intervenção da pedagogia antirracista no âmbito educacional.</p> Geisa Hupp Fernandes Lacerda Edeson dos Anjos Silva Claudete Beise Ulrich Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249302 e249302 10.52641/cadcajv9i3.296 Do “Meme” ao Estrelato: Um Olhar sobre Consumo Irônico a partir de Manoel Gomes http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/216 <p>O trabalho objetiva analisar a existência e a influência do consumo irônico para o alcance de um sucesso considerável e relevante. Entende-se que as contribuições da pesquisa auxiliam na compreensão do consumo daquilo que pode ser considerado <em>trash</em>, assim como na identificação de fatores da cultura de fãs que possam contribuir diretamente nessa relação. Sob esse prisma, apresenta-se o <em>case </em>de Manoel Gomes, cantor e compositor, que ficou famoso graças a plataformas como <em>YouTube</em> e <em>TikTok</em>, após “se tornar meme” e ganhar uma comunidade de fãs. Quanto aos procedimentos metodológicos, o estudo particulariza-se pelo uso das pesquisas Básica, Exploratório-descritiva, Bibliográfica, Estudo de Caso e Qualitativa sendo que, para a etapa de coletas de dados, construiu-se um roteiro composto por 12 perguntas abertas, que tiveram como público-alvo respondentes selecionados através de uma amostra por intencionalidade. Ao fim do estudo, entende-se que o consumo irônico é um campo promissor de análise na era digital, influenciado, principalmente, por plataformas como o <em>TikTok</em>. Além disso, enfatiza a importância dos números para a relevância no ambiente digital e aponta a necessidade de estudos mais aprofundados, pois é perceptível a sua influência em outros casos e, até mesmo, em marcas que se utilizam desse conceito.</p> Rodrigo Bassi Rott Mauricio Barth Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249303 e249303 10.52641/cadcajv9i3.216 Preservando a Memória: A Nova Lei em São Paulo e sua Relevância nos Direitos Humanos e na Liberdade de Ensinar http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/203 <p>Este artigo destaca a relevância da Lei 17.817/2023, sancionada por Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo, como um avanço significativo nos Direitos Humanos e na Liberdade. A legislação não apenas aborda o Holocausto, mas amplia seu impacto para a educação em geral. Diante do terror causado pelos alemães nacional-socialistas durante o Holocausto, a Lei busca ressignificar memórias, promovendo não apenas a reflexão sobre um passado de opressão, mas também a resistência contra aqueles que desrespeitam os Direitos Humanos e buscam suprimir a liberdade das minorias. Além disso, a legislação visa enfrentar negações e relativizações do crime, proporcionando uma abordagem adequada para outros eventos traumatizantes na educação, sob a ótica dos Direitos Humanos e da Liberdade, contribuindo para estudos, ensino e pesquisa.</p> César Alexandre da Silva Aprile Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249304 e249304 10.52641/cadcajv9i3.203 Contribuições da Teoria Decolonial para a Educação no Campo em Interface com as Relações Étnico-Raciais http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/267 <p>Este artigo é um recorte de uma seção teórica de uma pesquisa de mestrado finalizada em 2022, que investigou a eficácia da inclusão das relações étnico-raciais no currículo da Escola Margarida Maria Alves, situada na zona rural de Amargosa-Bahia. A pesquisa adotou uma abordagem qualitativa, fundamentada nos estudos do grupo Modernidade/Colonialidade latino-americana e nas epistemologias do Sul propostas por Boaventura de Sousa Santos. Os resultados indicam a importância de incorporar a cultura dos povos camponeses no currículo das escolas rurais. Apesar da consciência das diversas realidades enfrentadas pelos camponeses, observa-se uma notável lacuna na abordagem das relações étnico-raciais nos projetos político-pedagógicos das escolas localizadas em áreas rurais. Isso sugere que, mesmo estando em ambientes rurais, essas escolas seguem predominantemente um modelo curricular urbano. A prevalência de um currículo monocultural para a população camponesa é uma questão proeminente nesse contexto.</p> Catiana Nery Leal Rafael Casaes de Brito Benedito Goncalves Eugenio Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249305 e249305 10.52641/cadcajv9i3.267 Crítica Unanimista de Hountondji à Bantu Philosophy de Tempels e à Etnofilosofia http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/315 <p style="font-weight: 400;">A pretensão do presente artigo é apresentar, de forma analítica, um breve panorama reflexivo em torno da incontornável crítica unanimista tecida por Hountondji à etnofilosofia de Placide Tempels patente na sua obra <em>Bantu Philosophy</em>. Para tal, de modo sucinto, apresenta a compreensão do que seja filosofia africana como qualquer outra filosofia na perspectiva de Hountondji (não pode ser resultado da unanimidade, isto é, do consenso, fruto da visão e/ou pensamento colectivo do mundo, mas da confrontação de pensamentos individuais, ou seja, da discussão e/ou debate) e, por conseguinte, a razão de ser das críticas tecidas à obra de Tempels, sobretudo os seus pontos fortes que, juntamente com a grande obra de <em>African Philosophy </em>de Hountondji, criaram um movimento intelectual e que, nos últimos anos, para além de merecer uma atenção especial, têm incitado debates interessantes e bastantes vigorosos.</p> Rosa Alfredo Mechiço Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249306 e249306 10.52641/cadcajv9i3.315 Pedagogia e filosofia da Diferença: Encontros por uma ciência menor da educação http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/311 <p><span style="font-weight: 400;">O que pode a diferença como uma política menor na educação? Este artigo busca, através de uma revisão bibliográfica, compreender as possíveis articulações teóricas entre a Pedagogia e a Filosofia da Diferença, tecendo diálogos, em especial, com o campo do currículo em sua perspectiva pós-crítica. Inspirado em Deleuze e Guattari, concluo haver a possibilidade de uma ciência menor da educação, adepta ao movimento do devir, aos agenciamentos que produzem afetos entre os corpos, novas conexões que transformam naturezas pela composição rizomática de um pensamento não-representacional e não identitário, mas aberto por todos os lados. </span></p> Alcidesio Oliveira da Silva Junior Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249307 e249307 10.52641/cadcajv9i3.311 A importância do Associativismo e do protagonismo da Mulher na Agricultura: Um estudo no município de Peixoto de Azevedo- MT http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/304 <p style="font-weight: 400;">O objetivo deste trabalho é demonstrar a relevância do associativismo no protagonismo das mulheres na agricultura. A autora apresentará relatos de experiências do desenvolvimento que a associação AGRIPAC tem trazido às mulheres agricultoras do Município de Peixoto de Azevedo. No trabalho, serão apresentados depoimentos da líder da associação AGRIPAC, e de uma associada. O trabalho abordará aspectos do ritmo de vida das mulheres rurais e suas vivências, evidenciando a relevância do associativismo para as mulheres agricultoras, com foco nos grandes impactos positivos que as mulheres têm causado na agricultura familiar e nas movimentações ambientais e econômicas.</p> Thais Cardoso Franco Ana Claudia Taube Matiello Euzemar Fátima Lopes Siqueira Lisanil da Conceição Patrocinio Pereira Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249308 e249308 10.52641/cadcajv9i3.304 A Importância do Ensino dos Direitos Constitucionais na Formação Cidadã http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/233 <p style="font-weight: 400;">A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) prevê a matriz comum curricular da educação básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio), que estabelece as disciplinas obrigatórias e facultativas, além das competências e habilidades a serem desenvolvidas em cada etapa da educação básica. No entanto, a matriz comum curricular não é um fim em si mesmo, mas um meio para se atingir um nível satisfatório quanto à aprendizagem e ao desenvolvimento da capacidade crítico-reflexiva do educando. Mas a matriz comum curricular, nos termos descritos pela Lei nº 9.394/96, é suficiente para tornar o cidadão emancipado quanto aos seus direitos sociais e políticos? É a partir dessa perspectiva que, por meio de uma revisão bibliográfica sistemática, em que foram selecionados, analisados e interpretados textos que auxiliaram direta ou indiretamente na resolução do problema proposto, devidamente indicados nas referências, objetivou-se analisar neste artigo se a institucionalização do ensino dos direitos e garantias previstos na Constituição da República de 1988 na educação básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio) das escolas brasileiras pode possibilitar a emancipação social e política do cidadão. Concluiu-se que a institucionalização do ensino dos direitos e garantias fundamentais previstos expressamente no texto constitucional de 1988 nas escolas brasileiras por meio de uma formação específica é essencial e pode possibilitar a emancipação social e política plena do cidadão. Desse modo, infere-se que a tomada de consciência da importância da participação cidadã e da contribuição da qualificação do debate na esfera pública estão diretamente relacionados ao conhecimento dos direitos constitucionais.</p> Glenda Grazielly Bezerra Handerson Reinaldo Araújo Humberto dos Reis Moura Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-29 2024-05-29 9 3 e249310 e249310 10.52641/cadcajv9i3.233 Saúde: Quais são as percepções e interesses de estudantes da Educação Básica? http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/299 <p style="font-weight: 400;">A saúde é um tema latente e constantemente presente nos espaços escolares. O presente estudo objetivou analisar as percepções e os interesses dos estudantes sobre a temática em questão. O mesmo ocorreu em uma escola da rede municipal de Santa Maria/RS. Com delineamento descritivo, utilizou-se como recurso metodológico um questionário semiestruturado submetido posteriormente à análise de conteúdo. Os resultados revelaram que a maioria dos estudantes percebem a saúde associada ao bem-estar, e para 100% dos estudantes é importante a discussão da temática saúde no contexto escolar. Constatou-se que 54,3% dos estudantes referiram nunca ter participado de atividades relacionadas à saúde na escola. Entretanto, quando desenvolvidas, as ações mais frequentes foram palestras. A área do conhecimento Ciências (63,9%) destacou-se por abordar questões ligadas à saúde, seguida por Ensino Religioso (39,8%) e Educação Física (34,9%). Dentre os temas de interesse apontados pelos dos estudantes, destacaram-se: saúde mental (71,1%) e alimentação (68,7%). As percepções dos estudantes sobre a saúde e seus interesses demostram a necessidade de haver parcerias entre os profissionais da educação e da saúde, visando a sistematização e a implementação de formações, ações e projetos que objetivem a promoção da saúde.</p> Joelio Dias Perdomo Junior Karla Mendonça Menezes Félix Alexandre Antunes Soares Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-29 2024-05-29 9 3 e249311 e249311 10.52641/cadcajv9i3.299 Gamificação na formação inicial de professores: Uma revisão sistemática http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/317 <p style="font-weight: 400;">A crescente adoção da gamificação como metodologia de ensino e aprendizagem tem se destacado na Educação Básica. No entanto, no contexto do ensino superior, especialmente nas Licenciaturas, onde se formam os profissionais responsáveis pelo ensino na educação básica, prevalecem métodos tradicionais e transmissivos, o que pode limitar a experimentação e reflexão dos futuros docentes sobre diferentes estratégias pedagógicas e, consequentemente, a implementação de práticas inovadoras em suas salas de aula. Com o objetivo de compreender os propósitos da utilização da metodologia ativa de gamificação, bem como as estratégias empregadas e os resultados formativos alcançados, este estudo analisou experiências gamificadas implementadas em cursos de Licenciatura. A pesquisa consistiu em uma Revisão Sistemática da Literatura sobre a gamificação na formação inicial de professores, seguindo o protocolo adaptado de Sampaio e Mancini (2007). Foram realizadas buscas extensivas no Portal de Periódicos Capes, com critérios de inclusão e exclusão aplicados para selecionar artigos relevantes para posterior avaliação. O processo incluiu a catalogação dos artigos, extração, análise, sintetização e interpretação dos dados. Os resultados indicaram que a implementação de práticas gamificadas nas Licenciaturas não apenas estimula o engajamento e a motivação dos licenciandos, mas também promove as aprendizagens curriculares essenciais para os cursos. Além disso, a gamificação contribui para o desenvolvimento de habilidades relacionadas ao exercício da docência e amplia o repertório de alternativas metodológicas disponíveis aos futuros educadores. Em síntese, a gamificação emerge como uma promissora estratégia de ensino, capaz de enriquecer a formação docente, fomentar aprendizagens diversificadas e preparar os licenciandos para os desafios contemporâneos da sala de aula.</p> Lindsai Santos Amaral Batista Ana Paula Santos de Lima Félix Alexandre Antunes Soares Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-29 2024-05-29 9 3 e249312 e249312 10.52641/cadcajv9i3.317 Deficiência Intelectual e o Ensino de Matemática: Revisitando Estudos http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/316 <p style="font-weight: 400;">Este artigo de revisão apresenta o mapeamento das produções acadêmicas utilizadas na revisão de literatura de minha tese de doutorado em educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) cujo tema foi “Alice e suas experiências de aprendizagem: ensinando e aprendendo matemática com uma estudante com deficiência intelectual”. Pesquisa de cunho qualitativa pautada em uma pesquisa bibliográfica que se debruçou em trabalhos (dissertações e teses) que se aproximavam da proposta da tese para melhor compreensão da temática e embasamento teórico-metodológico. Tal busca nos permitiu perceber os desafios e as sugestões pedagógicas ao trabalharmos com o componente curricular matemática com estudantes com deficiência intelectual na sala de aula comum. Outrossim, podemos afirmar que os estudantes com deficiência intelectual podem absorver os conteúdos matemáticos, quando a estes sujeitos são concedidos recursos, técnicas, instrumentos e materiais didáticos que permitem a absorção dos conhecimentos de forma que façam sentido para eles, bem como a conversão dos conhecimentos do cotidiano, e dos ofertados no ambiente escolar. Para tanto, as práticas pedagógicas devem ser revistas, pois as mesmas devem ter finalidades e objetivos claros, utilizando-se de recursos como jogos, materiais concretos e manipuláveis.</p> <p> </p> <p> </p> Edeson dos Anjos Silva Rogério Drago Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-30 2024-05-30 9 3 e249313 e249313 10.52641/cadcajv9i3.316 Ensino de Língua Inglesa para Alunos com Deficiência Intelectual: Um estudo bibliográfico http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/301 <p style="font-weight: 400;">Este estudo teve como objetivo geral investigar como tem ocorrido o ensino de língua inglesa para crianças com deficiência intelectual. Especificamente, a investigação visou: 1) identificar os desafios no ensino de língua inglesa a alunos com deficiência intelectual; 2) conhecer as dificuldades dos professores ao atuar no ensino dessas crianças dentro da sala de aula e durante sua própria formação, e 3) reconhecer como o tema do ensino de línguas para crianças com deficiência tem sido abordado nos cursos de licenciatura em Letras. A metodologia se fundamentou em uma pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico. Os bancos de pesquisa consultados foram: banco de dados do Portal de Periódicos da Capes, Google Acadêmico e Scielo.Em consonância com a teoria histórico-cultural, as análises, de cunho explicativo, indicaram que são muitos os desafios para ensinar a língua inglesa para alunos com deficiência, tais como, a busca pelas estratégias e recursos para promover uma aprendizagem que seja significativa para esses alunos e a pouca experiência docente com esse público. <span style="font-size: 0.875rem;">O baixo número de pesquisas encontradas nos faz questionar se o tema é de interesse dos pesquisadores ou se crianças com deficiência intelectual não têm tido acesso à língua inglesa, o que geraria poucos estudos com essa abordagem.</span><strong style="font-size: 0.875rem;"> </strong><span style="font-size: 0.875rem;">Os estudos analisados permitem reflexões sobre a busca de caminhos de aprendizagem para todos os alunos, o que implica em políticas públicas efetivas em prol de uma educação verdadeiramente inclusiva.</span></p> <p style="font-weight: 400;"> </p> Nathály Roberta Coracim Ana Paula de Freitas Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-31 2024-05-31 9 3 e249314 e249314 10.52641/cadcajv9i3.301 Os Desafios da Aprendizagem de Alunos com Deficiência Intelectual http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/240 <p style="font-weight: 400;">O presente artigo aborda o tema “Desafios da Educação Especial no ensino regular no processo de ensino e aprendizagem dos alunos com deficiência intelectual nas escolas públicas”. Assim, o objetivo do estudo consiste em discutir sobre os fatores que dificultam o processo de ensino dos professores das escolas públicas junto aos alunos com deficiência intelectual e como isso reflete no processo de aprendizagem destes educandos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa exploratória de cunho bibliográfica. Os resultados apontam que a formação continuada dos profissionais em educação contribui para o desenvolvimento do aluno com deficiência intelectual.</p> Mariléa Oliveira Teixeira dos Santos Elivaldo Serrão Custódio Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-31 2024-05-31 9 3 e249315 e249315 10.52641/cadcajv9i3.240 Nanatsu No Taizai (Os Setes Pecados Capitais): As Emoções neomedievalizadas no anime http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/331 <p style="font-weight: 400;">Neste artigo empreende-se uma reflexão sobre o anime neomedieval, destacando a sua relação com o referente massacrado, o passado medieval, criando assim um submundo neomedieval. Tomamos como <em>loci</em> principal o anime <em>Nanatsu no Taizai</em> (2014), conhecido no Brasil como <em>Os Setes Pecados Capitais</em>, uma produção japonesa baseada no mangá homônimo. Com base no campo da História das Emoções (<em>History of Emotions</em>), priorizamos um aspecto particular do referido anime: as emoções e como elas foram neomedievalizadas dentro de um submundo original que emerge a partir de elementos medievais.</p> Raimundo Carvalho Moura Filho Gilvan da Silva Alves Letras Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-03 2024-06-03 9 3 e249316 e249316 10.52641/cadcajv9i3.331 Refletindo a Condição da Mulher Negra na Formação Patriarcal-Racista do Brasil à Luz de Lélia Gonzalez http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/318 <p style="font-weight: 400;">O artigo pretende fazer reflexões acerca do artigo <em>Racismo e sexismo na cultura brasileira</em> da filósofa Lélia Gonzalez, no qual a autora aborda a tripla opressão raça-gênero-classe sofrida pela mulher negra como herança da formação patriarcal-racista da cultura brasileira. Ainda hoje, a mulher negra desempenha papéis definidos desde a colonização europeia, tais como: da mãe preta, doméstica e mulata, portanto, perpetuando e sustentando modelos e visões racista e de subserviência dela. Há também um sobrelevamento da ideia de família brasileira branca e bem-sucedida, haja vista o demérito racista sobreposto por narrativas perpetuadas do racismo estrutural. Ademais, com intuito de manter a superexploração da população negra no Brasil, especialmente das mulheres, foi criado o mito da democracia racial, logo, surge a (falsa) impressão de que todos os povos vivem de modo harmonioso, quando na verdade predomina a exaltação da cultura do colonizador, bem como o racismo enquanto sistema de exclusão. Nesse sentido, buscando entender os efeitos psíquicos do racismo e do sexismo na vida das mulheres negras, Gonzalez enfrentou nomes importantes do pensamento social brasileiro, como Gilberto Freyre e Caio Prado Jr., e recorreu a psicanálise para explicitar a lógica do desejo implícito no processo de subjugação dos corpos das afro-brasileiras. Ao lutar contra o lugar de subalternidade das mulheres não brancas, Gonzalez aponta rumo a um feminismo com identidade afro-latino-americana. Pensar filosoficamente a sintomática do racismo à brasileira, especialmente a figura da mulher negra, é importantíssimo, sobretudo, urgente. A metodologia que guiou a pesquisa foi teórico-bibliográfica. Os escritos de Gonzalez encontram confluências teóricas em Djamila Ribeiro, Suelí Carneiro, Alex Ratts, Carla Akotirene, entre outros autores e trabalhos científicos que reafirmam questões cruciais e reflexões filosóficas acerca dos temas supracitados.</p> Rafael Andrade Glaucia Lucena Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-04 2024-06-04 9 3 e259317 e259317 10.52641/cadcajv9i3.318 Paisagens urbanas e representações socioespaciais de Goiânia, Goiás: abordagens geográficas http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/340 <p>Esse artigo apresenta discussões sobre as paisagens urbanas de Goiânia, Goiás. O texto analisa e enaltece abordagens teóricas plasmadas na perspectiva da representação social e da diferenciação dos arranjos espaciais. Para isso, utilizou-se uma metodologia qualitativa, de natureza bibliográfica, de obras relacionadas às temáticas da pesquisa e trabalhos de campo realizados em dois locais distintos da cidade (Jardim América e Alphaville Flamboyant), sendo fundamental para identificar os elementos de diferenciação e as espacialidades urbanas nestes lugares, a partir das análises da paisagem e dos registros fotográficos. Como resultados, o trabalho sinaliza, de maneira introdutória, as contribuições significativas de estudos clássicos e contemporâneos, que ampliam o debate sob diferentes perspectivas, tais como: arranjos urbanos; periferias; dinâmica socioespacial; entre outras. Essa análise se revela como essencial para decifrar as representações socioespaciais, fato que requer uma “atitude crítica” a ser apoiada pela Geografia, pela especificidade analítica e questionadora desta ciência. Nessa direção, o artigo enaltece reflexões importantes no debate sobre as paisagens urbanas de Goiânia, que se abrem como possibilidades e como formas de repensar o papel dos estudos geográficos na sociedade brasileira.</p> Ivamauro Ailton de Sousa Silva Carlos Alberto Pereira Filho Raul Carneiro Gomes Lucimar Marques da Costa Garção Anderson Felipe Leite dos Santos Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-05 2024-06-05 9 3 e249320 e249320 10.52641/cadcajv9i3.340 Problematizações das Diretrizes Curriculares Nacionais de 2014 para a Graduação em Medicina a partir de uma análise foucaultiana http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/333 <p style="font-weight: 400;">Este estudo propõe uma análise crítica das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) para o Curso de Graduação em Medicina no Brasil, utilizando a teoria foucaultiana como ferramenta analítica. Busca-se entender como as DCN, enquanto dispositivo de poder, influenciam na formação do conhecimento médico, na construção das identidades profissionais e nas práticas de cuidado em saúde. Para tanto, este trabalho adota uma abordagem <em>arqueogenealógica</em>foucaultiana como procedimento metodológico. A análise problematiza os modos pelos quais as DCN operam não apenas como um guia para a formação acadêmica, mas também como um mecanismo que molda o saber, o poder e a subjetividade no campo da medicina, promovendo um tipo específico de médico alinhado às expectativas contemporâneas de cuidado integral, humanizado e ético. Este trabalho destaca a importância de um engajamento crítico com as diretrizes, visando uma formação médica que transcenda a adesão acrítica às normas prescritas e fomente a capacidade reflexiva e adaptativa diante das complexidades da saúde.</p> Lucas Vieira Leide da Conceição Sanches Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-05 2024-06-05 9 3 e249321 e249321 10.52641/cadcajv9i3.333 A Relação entre a Leitura e o Cérebro sob a Perspectiva Das Neurociências: Uma Revisão de Literatura Narrativa http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/263 <p style="font-weight: 400;">O ato de ler tem se revelado, a partir dos avanços neurocientíficos, um processo complexo, uma vez que envolve naturezas específicas, a cognitiva e a social, contudo, interligadas entre si (Sousa, Hübner, 2017; Dehaene, 2012). Cientes da complexidade e do impacto que a leitura pode exercer sobre a vida do leitor, propomos este trabalho, realizado mediante uma revisão de literatura narrativa (Alves, 2022), com o objetivo geral de investigar, a partir de pesquisas empreendidas, no campo das Neurociências, a relação entre a leitura e o cérebro. Para tanto, recorremos, sobretudo, aos estudos desenvolvidos por Cosenza e Guerra (2011), <em>Dehaene </em>(2012); <em>Izquierdo </em>(2018), Lent (2018), <em>Mlodinow </em>(2022), dentre outros. Como resultado, verificamos que o ato de ler implica uma mobilização cerebral do leitor, uma vez que, ao lermos um determinado texto, acionamos algumas regiões específicas do nosso cérebro: a região <em>frontal, </em>a <em>parietral </em>e a região <em>occípitotemporal. </em>Localizadas, no hemisfério esquerdo do córtice cerebral (Cosenza, Guerra, 2011; <em>Dehaene, </em>2012, Lent, 2018). Verificamos ainda que o cérebro humano não desenvolveu ainda regiões especifica para a leitura, o que quer dizer que outras áreas são solicitadas para que seja possível desenvolvermos as habilidades como a de transformar o grafema em fonema, de visualizar a forma das letras, das palavras e construir sentidos. Com efeito, constatamos a complexidade envolvida, nesse processo, que é a leitura.</p> Francineide Fernandes de Araújo Marli Ferreira de Carvalho Damasceno José Ribamar Lopes Batista Júnior Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-07 2024-06-07 9 3 e249322 e249322 10.52641/cadcajv9i3.263 Um Olhar Profundo sobre uma Realidade Silenciosa: Quedas de Idosos http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/330 <p style="font-weight: 400;">O envelhecimento é um processo que frequentemente resulta em limitações como perda de massa muscular, redução do equilíbrio, declínio cognitivo, doenças crônicas e maior uso de medicamentos, aumentando o risco de quedas entre os idosos. Objetivo: Relatar experiências de quedas de idosos e discutir à luz da literatura os possíveis fatores associados. Métodos: Estudo qualitativo utilizando entrevistas sobre experiências vividas pelos participantes. Comitê de Ética: CAAE: 67496423.6.0000.8044. Resultados: EB, uma costureira aposentada de 82 anos, atribui sua queda à insônia e ao uso não prescrito de Rivotril. ML, enfermeira aposentada de 88 anos, sofreu quedas após mudanças na medicação para hipertensão e saúde mental. AM relatou quedas recorrentes de sua sogra MC, possivelmente ligadas à insônia e ao uso de melatonina. MR, de 80 anos, descreveu quedas frequentes em casa, com um incidente grave que a deixou receosa de novas quedas. O impacto emocional e físico das quedas é evidente nas descrições dos incidentes e nas reações das famílias. As narrativas indicam que distúrbios do sono são comuns entre as idosas entrevistadas, incluindo dificuldades para adormecer, despertares frequentes e sensação de cansaço ao acordar. Esses problemas de sono diminuem a atenção e o equilíbrio durante o dia, aumentando o risco de quedas. Considerações finais: As experiências compartilhadas pelos participantes demonstram que as quedas causam não apenas danos físicos, mas também consequências emocionais e sociais profundas, levando ao aumento da dependência e do isolamento social. É evidente a necessidade de uma abordagem abrangente para prevenção e intervenção, que inclua a gestão cuidadosa dos medicamentos e a implementação de programas públicos que incentivem a atividade física entre idosos, visando promover um envelhecimento saudável e seguro.</p> Marilia Salete Tavares Sara Lucia Silveira de Menezes Aluana Santana Carlos Marco Antônio Orsini Neves Adalgiza Mafra Moreno Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-08 2024-06-08 9 3 e249323 e249323 10.52641/cadcajv9i3.330 Panorama Conceitual da Cultura Escolar no Campo Educacional Brasileiro: Revisão Bibliográfica e Possibilidades de Pequisa http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/292 <p style="font-weight: 400;">Este artigo discute o conceito de cultura escolar e as possibilidades de pesquisa a partir desta perspectiva analítica. Para isso realizamos uma pesquisa bibliográfica sobre alguns trabalhos pioneiros referentes a temática como de Dominique Julia, André Chervel, António Viñao Frago e Jean Claude Forquin, destacando os pontos em comum entre esses autores na definição do conceito. A leitura de tais autores nos permitiu traçar os pontos em comum entre eles e vislumbrar possibilidades para pensar a pesquisa das instituições escolares brasileiras tendo como perspectiva de análise a cultura escolar, a qual reconhece a complexidade das práticas sociais e dos diferentes sentidos da escola para os distintos grupos sociais que historicamente a compõem.</p> Kênia Alexandra Batista Gonzales Tapper Ademilson Batista Paes Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-08 2024-06-08 9 3 e249324 e249324 10.52641/cadcajv9i3.292 A Legislação Educacional Brasileira e o Racismo Estrutural: Uma Análise em Perspectiva Histórica e Documental http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/345 <p>Este trabalho objetiva discutir as relações entre educação e questões étnico-raciais, tendo por foco o que tem se denominado de Educação Antirracista. A pesquisa se pauta numa abordagem qualitativa e faz uso do método de pesquisa bibliográfica e documental, confrontando a literatura pertinente com os documentos elaborados pelo Ministério da Educação (MEC), a exemplo da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O referencial teórico utilizado é o materialismo histórico-dialético, o qual permite identificar as o contraste entre as classes e que determinam os modos de segregação decorrentes das relações presentes na sociedade. Como resultados, verificam-se as contradições históricas que têm sido alteradas por políticas afirmativas de valorização da cultura negra. Mas, ainda, persistem desigualdades estruturais que restringem as oportunidades e mantém a perpetuação do racismo.</p> Alessandro Santos da Rocha Joederson dos Santos Camargo Italo Ariel Zanelato Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-12 2024-06-12 9 3 e249326 e249326 10.52641/cadcajv9i3.345 Formação e Capacitação de Gestores das Escolas Públicas Estaduais do Oeste do Paraná http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/344 <p class="EstiloResumo-Subttulo">Este artigo é originário de pesquisa mais ampla que teve por objetivo discutir o perfil da gestão e dos gestores das escolas estaduais da região Oeste do Estado do Paraná. Aqui tratamos de um dos aspectos emergido durante o processo investigativo, a formação do gestor escolar. Enquanto metodologia partimos de revisão bibliográfica, análise documental e análise de dados oriundo dos questionários contextuais da Prova Saeb respondidos pelos diretores de escolas. São discutidos aspectos em torno da legislação, da formação de professores/gestores e o papel do gestor escolar nos processos de gestão democrática. Concluímos que a formação inicial e continuada não atende as necessidades dos gestores, ainda que façam parte do perfil destes profissionais. De forma geral as escolas analisadas apresentam um perfil de gestor voltado para o atendimento da legislação vigente e corroboram com o ideal de gestão democrática defendida pela bibliografia especializada, entretanto, também são identificados aspectos da fragilidade dos programas de formação para gestores ofertados pelo estado do Paraná.</p> Marinez Gasparin Soligo Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-14 2024-06-14 9 3 e249327 e249327 10.52641/cadcajv9i3.344 Apreensão do Discurso Científico-Educacional pela Superação do ‘Senso Comum Pedagógico’: O Trabalho Docente em Educação Profissional http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/348 <p style="font-weight: 400;">Neste artigo, apresenta-se uma discussão sobre os discursos apropriados pelos docentes em educação profissional, o senso comum pedagógico e os saberes científicos das correntes pedagógicas fundamentadas nas ciências da educação. As ações desenvolvidas pelos docentes, em suas práticas pedagógicas, estão fundamentadas em diferentes conhecimentos teóricos e empíricos, além do senso comum pedagógico, que se manifestam no desenvolvimento de estratégias em diferentes metodologias de ensino. Os objetivos são identificar as diferentes correntes pedagógicas que fundamentam os saberes e o trabalho docente; descrever os discursos dos quais os docentes se apropriam; e identificar saberes provenientes do senso comum pedagógico. Fundamenta-se em estudos da linguagem e do discurso, além de teorias das ciências da educação. A metodologia utilizada, de abordagem qualitativa, tem como base o estudo das correntes pedagógicas, por meio da análise de discurso de dados de pesquisa sobre o trabalho docente e o estudo de correntes pedagógicas. Para a continuidade das pesquisas sobre a formação continuada do docente da educação profissional, são pertinentes os estudos sobre o papel do discurso pedagógico no desenvolvimento de metodologias educacionais.</p> Rodrigo Avella Ramirez Rosália Maria Netto Prados Fernanda Castilho Denise Maria Martins Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-19 2024-06-19 9 3 e249329 e249329 10.52641/cadcajv9i3.348 Efeitos do Benefício Previdenciário na Dinâmica Socioeconômica do Quilombo Saracura em Santarém-PA http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/347 <p>Este trabalho tem como objetivo analisar os efeitos do benefício previdenciário do segurado especial na dinâmica socioeconômica do Quilombo de Saracura, localizado no município de Santarém-Pa. Trata-se de uma pesquisa empírica de caráter quali-quanti com base na análise descritiva. Pelo referencial teórico, verificou-se que o sistema de previdência social brasileiro passou por diversas mudanças, tanto institucionais, quanto normativas, e ainda existe um amplo debate em torno das externalidades geradas a partir da expansão do sistema de previdência ao setor rural. Do estudo empírico, constatou-se que o benefício representa, em média, 91% da renda familiar dos beneficiários. Do valor do benefício, em média, 71% são gastos no consumo com alimentação, saúde, vestuário e transporte. Observou-se que 88% dos entrevistados acessaram o crédito consignado, em média 2 vezes. Em geral, o valor obtido com o crédito é destinado ao consumo de bens duráveis, como: casas, embarcações, terrenos e reformas. Assim, o benefício, garante qualidade na alimentação, cuidados com a saúde, melhorias nas moradias, promovendo bem-estar social para o segurado. Por outro lado, aumenta o consumo, movimenta as mercearias locais, permite o acesso a crédito e melhora o meio de transporte marítimo no quilombo, fomentando a economia local. Como resultados verificou-se que os benefícios previdenciários dos segurados especiais do INSS no Quilombo Saracura geram efeitos positivos sobre a dinâmica socioeconômica local. Para além dos efeitos de renda no aumento do consumo, essa mesma renda contribui para manter parte da comunidade no território sem a necessidade de mudança de moradia para os centros urbanos.</p> Marcos José Oliveira de Jesus Sandro Augusto Viégas Leão Andréa Simone Rente Leão Jhonata da Silva Pereira Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-19 2024-06-19 9 3 e249330 e249330 10.52641/cadcajv9i3.347 Interdisciplinaridade e Educação: Ensaio teórico a partir de vários olhares http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/313 <p style="font-weight: 400;">O presente artigo tem como objetivo realizar uma reflexão sobre a interdisciplinaridade, aplicando-a ao campo da educação. Do ponto de vista metodológico, trata-se de uma reflexão teórica, construída com o apoio de vários pensadores(as), selecionados(as) não de modo linear, com a clara finalidade de iluminar a argumentação construídos pelos proponentes do presente trabalho. O material encontra-se composto por uma breve introdução, 05 tópicos e uma conclusão. Em sua organização, buscará mapear de onde vem a interdisciplinaridade na história recente. Debaterá sobre a interdisciplinaridade a partir de sua origem etimológica. Pensará a interdisciplinaridade como campo de inter-relação científica, portanto, não em oposição à existência das disciplinas. Discutirá sobre as possíveis barreiras que a interdisciplinaridade poderá enfrentar no ambiente escolar. Destacará alguns dos desafios propostos à interdisciplinaridade no universo da educação, com destaque especial para a formação de educadores. Conclui defendendo a importância da interdisciplinaridade não apenas para a ciência em geral, mas também para a educação e para a ampliação do aprendizado do alunado contemporâneo.</p> José do Nascimento Soares Antonio Luiz da Silva Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-29 2024-05-29 9 3 e249309 e249309 10.52641/cadcajv9i3.313 Análise Crítica do Artigo "Saúde: Quais são as percepções e interesses de estudantes da Educação Básica?" de Joelio Dias Perdomo Junior, Karla Mendonça Menezes e Félix Alexandre Antunes Soares http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/338 Iago Bruno Ferreira e Sousa Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-04 2024-06-04 9 3 e249318 e249318 10.52641/cadcajv9i3.338 Comentários sobre o artigo: Do “Meme” ao Estrelato: Um Olhar sobre Consumo Irônico a partir de Manoel Gomes de Rodrigo Bassi Rott e Maurício Barth http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/339 Milena Anunciada Monteiro Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-04 2024-06-04 9 3 e249319 e249319 10.52641/cadcajv9i3.339 Programa Caminhos da Amazônia – O que é a justiça climática? http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/314 <p style="font-weight: 400;">Nos últimos anos, nós, habitantes deste planeta Terra, não temos cuidado da nossa casa como deveríamos, queimamos as matas poluímos, os rios desmatamos as florestas. Enfim, fizemos tanta coisa e não nos preocupamos que todas essas ações contribuíram para o agravamento das mudanças climáticas severas enchentes desproporcionais calor insuportável em algumas regiões derretimento das geleiras são apenas algumas das consequências, mas não é apenas a fauna e a flora que sofrem. Nós, seres humanos, sentimos as consequências de tudo isso e os grupos que estão em regiões mais vulneráveis acabam sendo os mais afetados. De acordo com o relatório do IPCC essa vulnerabilidade pode ser agravada pela desigualdade e marginalização relacionadas a gênero, etnia, ou baixa renda e é neste cenário que entra a justiça climática proposto por movimentos socioambientais globais. O conceito de justiça climática busca associar a luta contra a crise climática garantia de direitos das pessoas.</p> Suiá Kafure da Rocha Daniela Pantoja Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-05-26 2024-05-26 9 3 e249301 e249301 10.52641/cadcajv9i3.314 Wunenbuger - Estética digital e museu virtual http://v3.cadernoscajuina.pro.br/index.php/revista/article/view/350 Gabriel Kafure da Rocha Copyright (c) 2024 CC-BY-NC-ND https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/ 2024-06-14 2024-06-14 9 3 e249328 e249328 10.52641/cadcajv9i3.350